Seguidores

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Paz e Bem.

Eu desejo a você boas surpresas e liberdade de tudo aquilo que te aprisiona. Desejo que as suas respostas sejam claras, de acordo com as suas incertezas. Desejo força e coragem para que você possa enfrentar as tempestades. Desejo que as ações venham mais rápidas do que as frouxezas e que a felicidade te encontre mesmo quando você desistir de a encontrar. Desejo que a sorte te beije e que você tenha sensibilidade para a agarrar e nunca a deixar partir. Desejo que você plante e que você colha sem que nada venha prejudicar a sua colheita. Desejo que você aja mais e reclame menos. Desejo que você viva o seu momento tão esperado sem deixá-lo simplesmente passar em sua frente ou adiá-lo. Desejo que você aprecie e valorize o que é realmente importante e que deixe para trás tudo aquilo que não tem futuro ou te causa algum tipo de sofrimento. Desejo que você tenha Paz, infinitos dias inesquecíveis e que sempre que estiver se sentindo só, encontre uma palavra carinhosa e um abraço apertado. Desejo que você se ame mais e que encontre sempre uma razão para sorrir. Desejo que você deixe acontecer todas aquelas mudanças que são precisas. Desejo que você ame muito e seja amado na mesma proporção. Desejo que você saiba IDENTIFICAR o que é verdadeiro, dizer sim sempre que algo bom surja em sua vida e que você diga não para os enganos disfarçados de bem querer.

(Simone Maffei Cruz)

Li esse lindo texto que me tocou como uma oração.
Oração que quero muito compartilhar com todas as pessoas que amo e sei dessa reciprocidade, aliás até mesmo dos que jamais me conheceram mas que de alguma forma precisam ler algo assim tão belo e intenso.
Obrigada a quem o escreveu .
Namastê!


Abraços

Rosangela Lessa



sexta-feira, 5 de julho de 2013




"... Aprendi, outro dia que perdoar
é a junção de " per " com "doar".

Doar é mais do que dar.
Doar é a entrega total do outro.
O prefixo "per" que tem várias acepções,
indica movimento no sentido "de"
ou em "direção" a ou "através"
ou "para" etimologicamente falando,
portanto, perdoar, quer dizer doar ao
outro a possibilidade de que ele possa amar,
possa doar-se.
Não apenas quem perdoa que se
"doa através do outro".
Perdoar implica abrir possibilidades de
amor para quem foi perdoado,
através da doação oferecida
por quem foi agravado.
Perdoar é a única forma de facilitar
ao outro a própria salvação.

Doar é mais do que dar: é a entrega total ...

Perdoar é doar o amor,
é permitir que a pessoa objeto do perdão
possa também devolver um amor que,
até então, só negara ...
Artur da Távola


quinta-feira, 25 de abril de 2013


Faça resolutamente, com todo o seu coração.

Buda diz: Faça o que você tem de fazer resolutamente... Mas, por resolução, ele não quer dizer vontade, como o significado comum nos dicionários. Buda é obrigado a usar as palavras de vocês, mas ele dá um novo significado às suas palavras. Por ‘resolução’ ele quer dizer “a partir de um coração decidido” – não a partir da força de vontade, mas a partir de um coração decidido. E lembre-se: ele enfatiza a palavra ‘coração’, não a mente. Força de vontade faz parte da mente. Um coração decidido é um coração sem problemas, um coração que não mais está dividido, um coração que chegou a um estado de tranqüilidade, de silêncio. Eis o que ele chama de “um coração decidido”.
“Faça o que tem de fazer resolutamente, com todo o seu coração.” Lembre-se da ênfase no coração. A mente jamais pode ser uma – por sua própria natureza ela é muitas. E o coração é sempre um – pela sua própria natureza ele não pode ser muitos. Você não pode ter muitos corações, mas você pode ter muitas mentes. Por quê? Porque a mente vive na dúvida e o coração vive no amor. A mente vive na dúvida e o coração vive na confiança. O coração sabe como confiar – é a confiança que o torna um. Quando você confia, de repente você fica centrado.
Daí a significância da confiança. Não importa se sua confiança é na pessoa certa ou não. Não importa se sua confiança será explorada ou não. Não importa se você será enganado por causa de sua confiança ou não. Há toda a possibilidade de você ser enganado – o mundo é cheio de enganadores. O que importa é que você confiou. É a partir de sua confiança que você se torna íntegro, o que é muito mais importante do que qualquer outra coisa. Não é uma questão de que primeiro você tem de estar certo se a pessoa é digna de confiança ou não. Como você estará certo? E quem vai pesquisar?
Será a mente, e a mente sabe somente como duvidar. Ela duvidará. Ela duvidará mesmo de um homem com Cristo ou Buda. Ela não pode nem ajudar a ela mesma.
Assim, lembre-se: confiar não quer dizer que primeiro você tem de pesquisar, que primeiro você tem de deixar as coisas certas, garantidas e, então, confiar. Isso não é confiança, isso realmente é dúvida – como você esgotou as possibilidades de duvidar, daí você confia. Se uma outra possibilidade de dúvida surgir, você duvidará novamente. Confie apesar de todas as dúvidas, apesar do que o homem é ou do que o homem vá fazer. Isso é do coração, vem do amor.

Quando você confia e ama com um coração decidido, isso traz transformação. Então, você nunca hesita. A hesitação simplesmente o mantém aos pedaços.

Dando um salto quântico, sem nenhuma hesitação ou apesar de todas as hesitações, você se torna íntegro. A hesitação desaparece, você se torna um. E tornar-se um significa libertar-se – libertar-se da própria multidão estúpida que existe dentro de você, libertar-se de seus pensamentos e desejos e memórias, libertar-se da própria mente.

~ Osho, The Dhammapada

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Feliz 2013 !!!!


Dê mais às pessoas do que elas esperam, e faça com alegria. 

- Decore seu poema favorito. 

- Não acredite em tudo o que você ouve, gaste tudo o que você tem e durma tanto quanto você queira. 

- Quando disser "Eu te amo" seja verdadeiro. 

- Quando disser "Sinto muito" olhe as pessoas nos olhos. 

- Fique noivo pelo menos seis meses antes de se casar. 

- Acredite em amor à primeira vista. 

- Nunca ria dos sonhos de outras pessoas. 

- Ame profundamente e com paixão. Você pode se machucar, mas é a única forma de viver a vida completamente. 

- Em desentendimento, brigue de forma justa. Não use palavrões. 

- Não julgue as pessoas pelos seus parentes. 

- Fale devagar, mas pense com rapidez.

- Quando alguém perguntar algo que você não quer responder, sorria e pergunte "Por que você quer saber?" 

- Lembre-se de que grandes amores e grandes conquistas envolvem riscos. 

- Ligue para sua mãe ou ore por ela. 

- Diga "Saúde" quando alguém espirrar. 

- Quando você se der conta de que cometeu um erro, tome as atitudes necessárias. 

- Quando você perder, não perca a lição. 

- Lembre-se dos três R: respeito por si próprio, respeito ao próximo e responsabilidade pelas ações. 

- Não deixe uma pequena disputa ferir uma grande amizade. 

- Sorria ao atender ao telefone. A pessoa que estiver chamando ouvirá isso em sua voz. 

- Case com alguém com quem você goste de conversar. Ao envelhecerem, suas aptidões de conversação serão tão importantes quanto qualquer outra. 

- Passe mais tempo sozinho. 

- Abra seus braços para as mudanças, mas não abra mão de seus valores. 

- Lembre-se de que o silêncio, às vezes, é a melhor resposta. 

- Leia mais livros e assista menos tevê. 

- Viva uma vida boa e honrada. Assim, quando você ficar mais velho e olhar para trás, poderá aproveitá-la mais uma vez. 

- Confie em Deus, mas tranque o carro. 

- Uma atmosfera de amor em sua casa é muito importante. Faça tudo o que puder para criar um lar tranqüilo e com harmonia. 

- Em desentendimentos com entes queridos, enfoque a situação atual. Não fale do passado. 

- Leia o que está nas entrelinhas. 

- Reparta seu conhecimento. É uma forma de alcançar a imortalidade. 

- Seja gentil com o Planeta. 

- Reze ou Ore. Há um poder incomensurável nisso. 

- Nunca interrompa enquanto estiver sendo elogiado. 

- Cuide de sua própria vida. 

- Não confie em ninguém que não feche os olhos enquanto beija. 

- Uma vez por ano vá a algum lugar onde nunca esteve antes. 

- Se você ganhar muito dinheiro, coloque-o a serviço de ajudar os outros enquanto você for vivo. Esta é a maior satisfação da riqueza. 

- Lembre-se de que o melhor relacionamento é aquele onde o amor de um pelo outro é maior do que a necessidade de um pelo outro.

- Julgue seu sucesso pelas coisas a que você teve de renunciar para conseguir.

- Lembre-se de que seu caráter é seu destino. 

- Usufrua o amor e a culinária com abandono total. 

****************
(Dalai Lama)

Desejo um Feliz 2013 em que a união e a delicadeza façam a diferença.

Abraços

Rosangela Lessa.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Dezembro

Os dezembros possuem um aroma almiscarado de saudade com esperança.
Dezembro é a encruzilhada, princípio e fim ao mesmo tempo, o ano corrente se despede enquanto o ano novo vem venturoso e repleto de possibilidades.
Dezembro é sempre mágico, é o encontro ímpar de passado e futuro, é a hora da reflexão e dos desejos, de enxugar as lágrimas do que não volta mais, e do sorriso de expectativa.
Dezembro é Natal, é beleza, é o momento da redenção, da Fé, do perdão, de lembrar dos esquecidos, dos desesperados, de enxergar além do próprio umbigo.
Dezembro é o mês de sermos mais humanos e estarmos mais sensíveis.
Dezembro é exceção, mas deveria ser rotina, é exemplo e deveria ser seguido.
Dezembro é o mês em que nos tornamos melhores, seja para compensarmos o que não fomos o ano todo, seja para começarmos a mudar para o ano que chega.
Dezembro é festa. Reveillon, pedidos escritos a lápis em papéis virgens e raramente lembrados depois, flores jogadas ao mar com refluxo ansiosamente aguardado e, crenças repentinas e fugazes que geralmente se dissipam com a fumaça dos fogos.
É promessa de mudança, é chama acesa! É tempo de saudade dos que não estão mais conosco e abrilhantavam nossos dias ou mesmo eram a razão principal deles.
É hora de repensar os erros e não mais comete-los, é o
momento de repassar os acertos e aprimorá-los.
Dezembro é o prelúdio do futuro, é a chave do recomeço, é a estação final do
passado, a conexão com o futuro, o momento de arquivar o que passou
de forma que possa ser facilmente consultado depois.
Dezembro é extremo, é decisivo, é palco de todas as recordações,
é mais um álbum que se fecha.
Dezembro é quando eu me lembro mais da minha impermanência e de que sou só um grão de areia oscilando ao sabor das dunas intermitentes do destino que nunca cansam de se modificar. BOM DEZEMBRO PARA VOCÊS!!!

Coisas de Bruxa

(Autor desconhecido)


UM FELIZ  NATAL  E UM ÓTIMO 2013 PARA TODOS, COM MAIS AMOR E SOLIDARIEDADE!!!!

Abraços

Rosangela Lessa

terça-feira, 12 de junho de 2012


"Tantos tipos de amor tenho visto por aí.

Amores fracos, desnutridos de coragem; amores fortes, que atravessam muitas barreiras, mas que em certo momento tropeçam numa pequena pedra, caem e não conseguem mais se levantar.

De tantos e todos os tipos de amor que conheci, houve um que jamais esquecerei: o amor incondicional, aquele que existe apesar de, e que atravessa qualquer tipo de tempestade, tropeça em muitos obstáculos e mesmo assim não deixa de existir; não altera a sua rota, não diminui a sua dimensão, não perde o seu peso, não permite que o seu brilho seja ofuscado.

Só ama incondicionalmente quem é possuidor de uma alma grande, e esse tipo de alma normalmente é acompanhada de um espírito de luz.

Amar assim é não viver subjugado a "mas..." e "poréns...", é não ter critérios para doar esse amor, é não exigir troca e abrir mão de reciprocidade.

Quando se ama incondicionalmente tem um espaço dentro do cérebro que fica reservado em definitivo para que nas vinte e quatro horas do dia o pensamento não se afaste do objeto desse amor.

Já no coração, não existe um espaço designado para guardá-lo, porque ele é todo esse amor, vivenciado e sentido enquanto ele bater.

Amor incondicional não tem orgulho de nenhuma espécie. Não se envaidece de sua capacidade, nem de sua força, não tem necessidade de alardear a sua existência, nem demonstrar o seu imenso universo, ele é simplesmente um amor humilde, puro e despretensioso e justo por isso se torna grandioso.

Corações que vivem esse tipo de amor, são generosos, eternos, mesmo depois que param de bater, são sublimes e por isso conseguem guardar dentro deles tanta ternura.

Amor incondicional não faz de conta que é, não se obriga a desistir de si mesmo, não precisa viver de fantasias, nem andar travestido de ilusões para prosseguir o seu caminho.
Esse amor do qual estou falando é por si só inteiro, não agoniza e muitas vezes inexiste aos olhos dos outros, mas quem ama incondicionalmente, sabe a receita exata de como vivê-lo sem dores.

Felizes daqueles que despertam essa maneira de amar em alguém, esses sim, têm motivos de sobra para se orgulhar por terem conseguido atingir de forma tão especial um coração carregado do mais puro dos sentimentos.

Amor se torna incondicional quando ele já se acomodou dentro do peito, já se conformou com a estrada que terá que percorrer e já não há mais possibilidade de derrapar em nenhuma curva desse caminho, nem ser atropelado por qualquer dúvida.

É quando também, o que ficou para trás já não importa e o que está por vir não vai mudar nada.

O amor incondicional é aquele que doa o melhor de si, mesmo que esteja recebendo o pior de alguém, porque ele não depende de ser querido, nem de ser aceito e não esmorece se for ignorado.

Esse amor é daqueles amores que no passado já sangraram muito, latejaram, abriram enormes feridas, mas que ainda assim não deixaram marcas nem cicatrizes, porque a partir daí, resplandeceram e passaram a viver em eterno estado de graça até o instante que se eternizaram.

Há quem diga que o amor incondicional é masoquista, isso não é verdade, esse tipo de amor é o inútil.

O amor inútil sim, alimenta-se de sofrimento, resiste a tudo com esperanças de alcançar o seu objetivo, que já ficou bem claro, não será conquistado.

O amor inútil é aquele que já foi embora mas saiu tão mansamente que nem deixou que percebessem sua partida, ao contrário do incondicional, que se instalou dentro de alguém e não pretende procurar a saída.

O amor incondicional não corre atrás de sonhos impossíveis, não precisa disso.

Ele já é maduro, há muito deixou de ser adolescente, e envelhecer também não está nos seus planos, porque o amor que se torna velho, é um amor cansado, desgastado, exaurido.

Já o incondicional é e sempre será, ativo, independente, coerente, auto-suficiente, porque se reserva o direito de ser solitário e ainda assim completo e realizado, porque reside nele a certeza de sua inocência, pureza e sinceridade.

Existe um encontro marcado entre o amor incondicional, a glória e o esplendor em algum canto do mundo, em algum instante da vida ou em algum momento após a morte, mas ele não conta os dias para isso, nem sequer consulta o relógio, embora para ele, o momento desse encontro seja a grande magia da sua existência.

Amor incondicional é de uma elegância imensurável, de uma postura invejável e de uma personalidade única.

Felizes daqueles que são merecedores de serem amados incondicionalmente e mais felizes ainda, aqueles que se permitem amar assim, porque são eles os grandes heróis da vida.

Infelizes daqueles que não conseguem perceber quando despertam esse tipo de amor, que não têm a sensibilidade de sentí-lo ao seu redor e valorizá-lo independente do que podem oferecer a ele.

Amar incondicionalmente é uma arte.
Ser amado assim, um presente divino."